Relacionamentos Verdadeiro Amor

Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor!

Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor e não pelo amor.  Além disso, para interpretar de forma eficaz se um relacionamento é impulsionado pela dor e não necessariamente pelo amor, é preciso entender o que é dor em um relacionamento.

Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor

Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor

É impossível não ter desacordos e aprender lições à medida que avançamos no relacionamento, mas quando a dor suplanta o amor e o relacionamento é um conflito constante. Portanto, devemos prestar atenção, pois isso pode ser o que impulsiona o relacionamento, e não o amor.

A dor em um relacionamento ocorre quando algum estresse físico ou emocional é sofrido durante um longo período. Alguns são tão familiarizados com relacionamento infeliz, que não percebem que estão vivendo numa relação baseada à expulsos da dor. A seguir, veja: Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor:

Os 5 Sinais de Que seu Relacionamento é Impulsionado Pela Dor:

#1: Você faz todos os esforços:

Com o tempo, você percebe que é o único que coloca mais esforço para o relacionamento. E quando você quer se envolve mais, é continuamente ignorado ou esquecido. Muitas vezes, você ouve respostas como: “Você é muito sensível e carente”. Portanto, isso nos faz acreditar que é coisa da sua cabeça, e não a realidade do casal.

#2: Seu parceiro não é genuíno:

Ele diz que ele ama você o tempo todo, mas não parece genuíno ou credível. O parceiro diz isso nos momentos que quer começar algo e não quando realmente necessário. Você sente sua cabeça vai explodir tentando analisar suas palavras e seu intestino está em nós. não confiar em suas palavras, e seu corpo começou um pouco a mostrar sinais de que algo está errado e você precisa descansar.

#3: Suas palavras e ações não correspondem:

Seu parceiro promete uma coisa e faz outra. eles dizem: “Eu amo o tempo que passamos juntos, me faz sentir bem”, ou propõe passeios e reuniões para o outro acabam adiados ou razão ou ser alterado por entretenimento que apenas o seu titular parceiro sobre ela, e que muitos às vezes não faz parte.

#4: Parceiro cheio de segredos:

Seu parceiro, ansioso para mostrar autônomo e autoconfiante, geralmente não comenta onde vai, com quem vai ou o que está fazendo. Ele diz que você não precisa saber tudo o que você faz na sua vida, embora diga insista para confiar nele.

Enquanto isso, ele está vivendo suas vidas e formando seus próprios planos que não incluem o parceiro. Isso não está errado, todos devem ter sua própria vida em um relacionamento. Mas, muitas vezes, os parceiros passam por cima e não procura os interesses mútuos.

Em um relacionamento saudável, os limites são respeitados, assim como o espaço pessoal de cada um. No entanto, não deve haver segredos ou adivinhação, pois isso levanta dúvidas e desconfiança, que é um dos três pilares em um relacionamento.

Além disso, a incapacidade de falar sobre certos temas, pode gerar um certo ressentimento à longo prazo, que se acumula e acaba manchando o sentimento de amor a pessoa amada.

#5: Nunca está presente quando precisa:

Não se trata de ser um super-herói que sempre vem ao resgate, mas quando você não pode confiar em seu parceiro e não pode sentir o apoio em tempos difíceis, é provável que se sinta sozinho. Por isso, essa frustração vai gerar dor. Este sentimento não deve fazer parte de um relacionamento saudável, em que ambos deve mostrar apoio mútuo às adversidades da vida.

É possível melhorar um relacionamento baseado na dor. Basta apenas que ambos parceiros queiram mudar, receber alguns conselhos e aplica-los em seu relacionamento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.